PLAYLIST

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Placas de sinalização de trânsito, esqueceram de nós!

Odete Soares Rangel

As placas que você vê neste post são apenas uma minoria das existentes no centro de Florianópolis (SC) e que carecem de manutenção, seja na limpeza, pintura,  reposicionamento ou até mesmo a sua extinção. 

As imagens postadas demonstram a precariedade da sinalização sem necessidade de comentários. Mas duas delas me parecem inusitadas (imagens 4 e 7). Como você vê a primeira está no cruzamento da Av. Trompowsky com a rua Bocaiuva, onde há fluxo constante de veículo, me questiono se alguém estacionaria num local assim. A outra localizada na Av Trompowsky está voltada para o pedestre (calçada) e não para os motoristas que trafegam na rua.

No Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito há algumas normas bem claras quanto a manutenção e fixação das placas. Vamos ver o que está expresso nos atigos 4.11 e 4.12 desse Manual. 

"4.11 Manutenção e conservação
Placas de sinalização sem conservação ou com conservação precária perdem sua eficácia como dispositivos de controle de tráfego, podendo induzir ao desrespeito e dificultar a ação fiscalizadora do órgão ou entidade executivo de trânsito. As placas de sinalização devem ser mantidas na posição apropriada, sempre limpas e legíveis.

Devem ser tomados cuidados especiais para assegurar que vegetação, mobiliário urbano,placas publicitárias e materiais de construção não prejudiquem a visualização da sinalização, mesmo que temporariamente.
  
4.12 Posicionamento na via
 A regra geral de posicionamento das placas de sinalização, consiste em colocá-las no lado direito da via no sentido do fluxo de tráfego que devem regulamentar, exceto nos casos previstos neste Manual. 

As placas de sinalização devem ser colocadas na posição vertical, fazendo um ângulo de 93º a 95º em relação ao sentido do fluxo de tráfego, voltadas para o lado externo da via. Esta inclinação tem por objetivos assegurar boa visibilidade e leitura dos sinais, evitando o reflexo especular que pode ocorrer com a incidência de faróis de veículos ou de raios solares sobre a placa. 


Você poderá ler o Manual acessando http://www.scribd.com/doc/31070626/MANUAL-de-sinais-de-regulamentacao.

Não raro, a mídia divulga notícias sobre problemas com má sinalização ou falta desta, como nestas matérias: 


1. "Rodovia mal sinalizada é perigo no Bairro Itacorubi, em Florianópolis". 
http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/geral/noticia/2012/06/rodovia-mal-sinalizada-e-perigo-no-bairro-itacorubi-em-florianopolis-3776736.html


2. "Falta de sinalização e pouco espaço para manobras colocam em risco motoristas na  SC-407, em São José"






l





2 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia, gostaria de solicitar a esta secretaria do continente que pudesse encontrar uma solução para o propblema no semafaro da AV. PATRICIO CALDEIRA ANDRADE com esquina R. DIB CHEREM.
o motivo é que a pista da direita que é só pra quem vai entrar a direita nao esta bem sinalizada e dai vai carro tranca a rua e foprma fila de quem quer entrar a direita e começa o businasso sem imites nos moradores dos prediose casas visinhas não temos paz, buzinas toda hora, direto mesmo.
venho por meio desta solicitar uma solução pra sinalizar melhor recolocar tartarugas, placas e etc.... nos ajudem.


grato,



Márcio Ribeiro

Odete Soares Rangel disse...

Obrigada Marcio por sua visita e comentário no blog, pois só assim vamos atingir nossos objetivos de melhorar o trânsito. Que seu apelo seja considerado e o problema sanado, vou enviar para o órgão responsável.

Abraços,