PLAYLIST

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Doar, um gesto de amor

Odete Soares Rangel

"Só podemos dar aquilo que temos em nós mesmos." (Wayne W. Dyer)

Vive-se um momento crucial em que famílias de várias regiões sofrem perdas de todo o gênero (seres humanos, bens materiais, moradias, dignidade, esperanças de reencontro) com inundações, temporais e desmoronamentos. Registro esta mensagem como um alerta para todos nós, para que possamos refletir e dar um pouco do que temos para essas pessoas desalojadas, desabrigadas, desesperançadas. Elas perderam tudo, o pouco que dermos significará muito.

"Podes guardar o pão para muitos dias, ainda que o excesso de tua casa signifique ausência do essencial entre os próprios vizinhos; todavia, quando puderes, alonga a migalha de alimento aos que fitam debalde o fogão sem lume.

Podes conservar armários repletos de veste inútil, ainda que a traça concorra contigo à posse do pano devido aos que se cobrem de andrajos; no entanto, sempre que possas, cede a migalha de roupa ao companheiro que sente frio.

Podes trazer bolsa farta, ainda que o dinheiro supérfluo te imponhas problemas e inquietações; contudo quando puderes, oferece a migalha de recurso aos irmãos em necessidade.

Podes alinhar perfumes e adornos para uso à vontade, ainda que pagues caro a hora do abuso, mas, sempre que possas, estende a migalha de remédio aos doentes em abandono.

Um dia, que será noite em teus olhos, deixarás pratos cheios e móveis abarrotados, cofres e enefeites, para a travessia da grande sombra; entretanto, não viajarás de todo nas trevas, porque as migalhas de amor que tiveres distribuído estarão multiplicados em tuas mãos como bênçãos de luz.

Caminhava Jesus pela orla da praia, quando viu deitado, junto a um arbusto, um cordeirinho cujo olhar refletia medo e aflição.

Sentando-se na areia, passou o Mestre suas mãos sobre a cabeça do animal, tranquilizando-o.

Minutos depois, apareceu o pastor em busca de sua ovelha desgarrada.

Jesus, entregando-lhe o cordeirinho, alongou o olhar para além das montanhas e séculos e assim falou:

"Eu também anseio pelo dia que haverá um só rebanho e um só pastor. 

Vai, irmão! Vai em paz! " Concluiu."  (Cornelius)  www.casadepaijaco.com.br

4 comentários:

Flor de Liz disse...

Conseguiu me emocionar amiga.
Grande verdade sobre Jesus, o grande pastor,o supremo pastor!!!
Bjsss

Odete Soares Rangel disse...

Querida Amiga,
Obrigada pelo carinho!
Busco escrever com a alma, sentimento e emoção verdadeiros. Assim, depois de ler seu comentário, e parafraseando Fernando Pessoa, digo que tem valido a pena!
Um sp bjo

Arione Torres disse...

Olá, sou Arione. Seu blog é lindo. Estou seguindo o blog. Segue o meu?
http://arionetorrres.blogspot.com
Tchau...

Odete Soares Rangel disse...

Olá Arione,
Fiquei muito feliz com seu comentário e terei o maior prazer em ler e seguir seu blog.
Um grande abraço