PLAYLIST

quarta-feira, 20 de julho de 2011

O que significa ser pobre?

Odete Soares Rangel

Estava revendo um material de um curso que realizei e encontrei esta mensagem. Quero dividí-la com você, pois nos remete a uma profunda reflexão sobre nosso posicionamento frente ao consumismo e à vida. Infelizmente não foi informada a fonte para que eu possa divulgá-la, assim estaria homenageando o(a) autor(a).


Um pai, bem de vida, querendo que seu filho soubesse o que é ser pobre, levou-o para passar uns dias com uma família de camponeses.
O menino passou 3 dias e 3 noites  vivendo no campo.

No carro, voltando para a cidade, o pai perguntou:

- Como foi sua experiência?

-Boa, responde o filho, com o olhar perdido à distância.

E o que você aprendeu? Insistiu o pai.

1 - Que nós temos um cachorro e eles têm quatro.

2 - Que nós temos uma piscina com água tratada, que chega até a metade do nosso quintal. Eles têm um rio  sem fim, de água cristalina, onde tem peixinhos e outras belezas

3-Que nós importamos lustres do Oriente para iluminar nosso jardim, enquanto eles têm as estrelas e a lua para iluminá-los.

4 - Nosso quintal chega até o muro. O deles chega até o  horizonte

5 - Nós compramos nossa comida, eles cozinham.

6 - Nós ouvimos CD's... Eles ouvem uma perpétua sinfonia de pássaros, periquitos, sapos, grilos e outros animaizinhos...

...tudo isso às vezes acompanhado pelo sonoro canto de um vizinho que trabalha sua terra.

7 - Nós usamos microondas. Tudo o que eles comem tem o glorioso sabor do fogão à lenha.

8 - Para nos protegermos vivemos rodeados por um muro,com alarmes... Eles vivem com suas portas abertas, protegidos pela amizade de seus vizinhos.

9 - Nós vivemos conectados ao celular, ao computador, à televisão. Eles estão "conectados" à vida, ao céu, ao sol, à água, ao verde do campo, aos animais, às suas sombras, à sua família.

O pai ficou impressionado com a profundidade de seu filho e então o filho terminou:

- Obrigado, papai, por ter me ensinado o quanto somos pobres!

Cada dia estamos mais pobres de espírito e de observação da natureza, que são as grandes obras de Deus.

Nos preocupamos em TER, TER, TER, E CADA VEZ MAIS TER, em vez de nos preocuparmos em apenas  "SER".

(Autoria não informada)

Nenhum comentário: