PLAYLIST

domingo, 8 de maio de 2011

Homenagem as Mães

Odete Soares Rangel

 Mellany e mamãe Julia
Muito se fala em celebrar o dia das mães, presenteando-a e a levando para almoçar fora, para tirá-la das atividades rotineiras. Mas muitos desconhecem a origem desse dia tão importante para àquelas que geraram filhos e os protegeram durante toda uma vida. Elas nos deram a vida, nos ensinaram os primeiros passos, preencheram nossa vida com amor e nos ensinaram a ser o que somos.

A origem do dia das mães data do século XX, quando uma jovem norte-americana Anna Jarvis  perdeu sua mãe e entrou em profunda depressão. Amigas da moça presenciaram todo o sofrimento, e decidiram perpetuar a memória da mãe de Anna com uma festa. A filha pediu que estendessem a homenagem a todas as mães, vivas ou mortas. Em 1914, o presidente Woodrow Wilson  oficializou o dia 9 de maio como o Dia das Mães.

Segundo a Wikipédia, a comemoração mais antiga desse dia é mitológica, pois na Grécia antiga, a entrada da primavera era festejada em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses.

As datas para a celebração do dia divergem, mas é consenso em quase todos os países que se deva homenagear àquela que nos trouxe ao mundo.

No séc. XVII, a Inglaterra começou a dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães das operárias inglesas. Nesse dia, as trabalhadoras recebiam folga para permanecerem em casa com as mães. O dia foi denominado de "Mothering Day" e originou  o"mothering cake", o bolo que tornaria o dia mais festivo.

Nos Estados Unidos, a criação de uma data para a celebração das mães foi uma iniciativa da escritora Júlia Ward Howe, em 1872.

No Brasil a introdução desta data se deu no RIO GRANDE DO SUL, em 12 de maio de 1918, por iniciativa de EULA K. LONG, em SÃO PAULO, a primeira comemoração se deu em 1921. Em  5 de maio de 1932, o presidente Getúlio Vargas assinou o decreto nº 21.366 oficializando a data no segundo domingo de maio. Em 1947, a data foi incluída no calendário oficial da Igreja Católica por determinação do Cardeal Arcebispo do Rio, Dom Jaime de Barros Câmara. Em Portugal, comemora-se a data no primeiro domingo de Maio.

Em Israel,  o Dia da Mãe deixou de ser comemorado, instituiram o Dia da Família em Fevereiro. 

Em Roma, as celebrações do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, Mãe dos Deuses romanos, cujas cerimônias teriam iniciado 250 anos antes do nascimento de Cristo.

Reconhecida a importância da data, as comemorações se espalharam pelo mundo. Mas, infelizmente, o ato comercial vem sendo o ponto alto do dia enchendo o bolso dos capitalistas, a essência da data vem se perdendo. Que todos reflitam sobre isso e procurem dar a sua mãe não uma jóia de ouro, mas uma jóia de abraço e de afeto que jamais seja esquecida. E, desta forma, homenageio minha mãe que hoje vive entre os anjos e que merece todo o meu carinho. Desejo a ela e a todas as mães do mundo um dia feliz e de muita luz!

O dia das Mães no mundo é comemorado no 2º domingo de maio na maioria dos lugares, entre eles, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Dinamarca, EUA, Finlândia, Itália, Japão e Turquia. No 1º domingo de maio, na  África do Sul , Espanha e Portugal. No 2º domingo de outubro na Argentina. E no último domingo de Maio na França e na Suécia.

Feliz dia das mães para todas as mães!

2 comentários:

Marcelo e Julia disse...

tia adorei a homenagem do dia das mães te amo muito bjao

Odete Soares Rangel disse...

Obrigada Ju, Ma e Mellany.
Que bom que gostaram! Tomara que as pessoas se dêem conta de que o afeto é o que realmente conta nesse dia e em todos os outros. Que o amor é o que fica gravado e que vai impulsionar os filhos para uma vida hramoniosa e de sucesso.
Lembrar um pouco a história do dia é uma forma de mantê-lo vivo.
Amo vcs
Gr bjo