PLAYLIST

sábado, 4 de setembro de 2010

Hino Rio-Grandense

Odete Soares Rangel

HINO RIO-GRANDENSE


LETRA: Francisco Pinto da Fontoura
MÚSICA: Comendador Maestro Joaquim José Mendanha
HARMONIZAÇÃO: Antônio Corte Real


Como a aurora precursora
do farol da divindade,
foi o Vinte de Setembro
o precursor da liberdade.


Estribilho:
Mostremos valor, constância,
Nesta ímpia e injusta guerra,
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda terra,
De modelo a toda terra.
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda terra.


Mas não basta pra ser livre
ser forte, aguerrido e bravo,
povo que não tem virtude
acaba por ser escravo.


Estribilho:
Mostremos valor, constância,
Nesta ímpia e injusta guerra,
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda terra,
De modelo a toda terra.
Sirvam nossas façanhas
De modelo a toda terra.


Essa é a letra oficial do Hino Rio-Grandense do estado do Rio Grande do Sul. A letra é de Francisco Pinto da Fontoura, a música do Comendador Maestro Joaquim José de Mendanha e a harmonização de Antônio Corte Real.


Que entre nós, reviva Atenas
para assombro dos tiranos
Sejamos gregos na glória
e na virtude, romanos


A estrofe acima transcrita fazia parte da canção original, mas foi suprimida em cumprimento as determinações oficiais pela lei nº 5.213, de 5 de Janeiro de 1966. Veja a bela interpretação no vídeo postado do http://www.youtube.com/(Hino riograndense - By Priscila, 4 min - 14 set. 2007, Vídeo enviado por prizhs). 

video

Nenhum comentário: